Ontem foi dia de lamentarmos o 20 aniversário de morte dos Mamonas Assassinas e em homenagem resolvi contar como me tornei fã deles.

Comigo foi mais ou menos assim, eu era novinha, tinha apenas 3 anos quando o acidente aconteceu, mas era o maior sucesso, todo mundo ouvia, então cresci ouvindo também e eles fizeram minha alegria na infância. Até uns 10 anos de idade eu passava quase todos os meus fins de semana na casa dos meus avós maternos e meu avozinho além de um homem maravilhoso era um grande puxa saco dos netos e como ele sabia que eu os adorava (assim como a maioria das crianças da época) comprou um fita K-7 (sim, sou do tempo da fita) deles pra quando eu estivesse na casa dele.
E era a maior festa, ele animado a beça sempre colocava minha fitinha pra tocar enquanto fazíamos qualquer coisa e já era o suficiente pra eu ter um fim de semana magnifico.
E nessa de todo fim de semana me divertir ao som deles mesmo que na minha inocência infantil não entendesse o duplo sentido das letras que era o que trazia a maior parte da graça para o trabalho deles, me tornei fã dos meninos de guarulhos e senti a falta deles por 20 anos.
Em homenagem a eles mostro pra vocês minha música preferida da infância e que por irônica era a que mais tinha um sentido duplo e que também foi a que eu mais demorei para entender.

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...