O frio resolveu chegar por aqui (e olha que Vale do Aço fazendo frio não é coisa que vemos todo dia) e não tem programa mais gostoso para o frio que assistir filme em baixo da coberta comendo alguma coisa gostosa e bebendo alguma coisa igualmente gostosa, e foi pra ajudar você na árdua tarefa de escolher quais filmes assistir que eu trouxe uma lista com 7 Filmes Nacionais para Aproveitar o Frio.

Pra agradar a gregos e troianos coloquei filmes de vários gêneros diferentes, mas todos eles tem 2 coisas em comum, são nacionais (é óbvio, né Sabrina) e todos eles são filmes que eu vi e gostei. Claro que tem muito filme bom faltando nesta lista (e alguns que estão nela talvez não sejam tão bom assim), mas é que tem muito nacional que eu ainda quero ver e quem sabe depois eu não faça uma lista 2.


1 - Estomago (Marcos Jorge, 2007)
Atenção, você precisa ter um pouco de estômago pra ver esse filme, mas é bem bacana.
Raimundo Nonato (João Miguel) foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso. Giovanni (Carlo Briani), o dono de um conhecido restaurante italiano da região, o contrata como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que passa também a ter uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).
2 - O Homem que desafiou o diabo (Moacyr Góes, 2007)
Sabe aquelas comédias bem feitas? Então...
Zé Araújo (Marcos Palmeira) é um homem boêmio, que gosta de frequentar cabarés e ouvir cantadores de viola. Após tirar a virgindade de uma turca, ele é obrigado pelo pai dela a se casar. Durante anos Zé passa por seguidas humilhações, provocadas por sua esposa. Um dia, ao ouvir uma piada sobre sua situação, ele se revolta, destrói o armazém do sogro e ainda dá uma surra na esposa. Ao terminar ele monta em seu cavalo e parte sem destino, decidido a ter uma vida de aventuras. A partir deste dia Zé Araújo passa a ser conhecido como Ojuara, enfrentando inimigos e vivendo situações inusitadas.
 3 - Paraísos Artificiais (Marcos prado, 2012)


Erika (Nathalia Dill) é uma DJ de relativo sucesso e muito amiga de Lara (Lívia de Bueno). Juntas, durante um festival onde Erika trabalhava, elas conheceram Nando (Luca Bianchi) e, juntos, vivem um momento intenso. Entretanto, logo em seguida o trio se separa. Anos depois Erika e Nando se reencontram em Amsterdã, onde se apaixonam. Só que apenas Erika se lembra do verdadeiro motivo pelo qual eles se afastaram pouco após se conhecerem, anos antes. 
4 - 2 Coelhos (Afonso Poyart, 2012)
Após se envolver em um grave acidente automobilístico, no qual uma mulher e seu filho são mortos, Edgar (Fernando Alves Pinto) é indiciado, mas consegue escapar da prisão graças à influência de um deputado estadual. Logo em seguida ele parte para uma temporada em Miami, onde retorna com um elaborado plano em que pretende atingir tanto o deputado que o ajudou, símbolo da corrupção política, quanto Maicon (Marat Descartes), um criminoso que consegue escapar da justiça graças ao suborno de políticos influentes. 

5 - Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (Daniel Ribeiro,2014)
Esse filme vem com um plus, o curta Eu Não Quero Voltar Sozinho que serviu de inspiração para o filme, mas não se engane o filme não é uma continuação do curta e sim a mesma história com uma narrativa diferente e vale muito a pena conferir os dois.
Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.  

6 - O Auto da Compadecida (Guel Arraes, 2000)
Esse dispensa apresentações e eu confesso que adora, inclusive foi inspiração para o nome da republica que morei quando fui pra faculdade, Republica Num Sei (só sei que foi assim).
As aventuras dos nordestinos João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Ambos lutam pelo pão de cada dia e atravessam por vários episódios enganando a todos do pequeno vilarejo de Taperoá, no sertão da Paraíba. A salvação da dupla acontece com a aparição da Nossa Senhora (Fernanda Montenegro). Adaptação da obra de Ariano Suassuna.

7 - Lisbela e o Prisioneiro (Guel Arraes, 2003)

Lisbela (Débora Falabella) é uma moça que adora ir ao cinema e vive sonhando com os galãs de Hollywood dos filmes que assiste. Leléu (Selton Mello) é um malandro conquistador, que em meio a uma de suas muitas aventuras chega à cidade de Lisbela. Após se conhecerem eles logo se apaixonam, mas há um problema: Lisbela está noiva. Em meio às dúvidas e aos problemas familiares que a nova paixão desperta, há ainda a presença de um matador (Marco Nanini) que está atrás de Leléu, devido a ele ter se envolvido com sua esposa (Virginia Cavendish).
Gostou da lista? Tem algum filme pra me indicar? Me conta aqui nos comentários

Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...