Pra quem está por dentro do mundo geek já sabe sobre o que é esse post, pra quem não tá entendendo nada, calminha que eu já vou explicar.

No dia 25 de maio é comemorado o Dia da Toalha em homenagem a Douglas Adams autor da trilogia de cinco "O Guia do Mochileiro das Galáxias". Logo após a morte de Adams, seus fãs e fãs do seu trabalho sentiram a necessidade uma homenagem ao cara que fez o mundo rir e chorar de rir.
Mas Sabrina, porque dia da toalha? Bem, pra entender direito você deveria ler os livros, mas como sou boazinha vou colaborar um pouquinho com vocês e colocar aqui o trecho do Capítulo 3 do primeiro livro da série em que se explica a importância da toalha:

"Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você -estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc, etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.

Daí a expressão que entrou na gíria dos mochileiros, exemplificada na seguinte frase: “Vem cá, você sancha esse cara dupal, o Ford Prefect? Taí um mingo que sabe onde guarda a toalha.” (Sancha: conhecer, estar ciente de, encontrar, ter relações sexuais com; dupal: cara muito incrível; mingo: cara realmente muito incrível.)"
Douglas Adams, O guia do Mochileiro das Galáxias, Cap. 3 
 Tá Sabrina, mas o que é esse tal Guia do Mochileiro das Galáxias? É uma trilogia de cinco livros (O guia do Mochileiro das Galáxias, O Restaurante no Fim do Universo, A vida, o Universo e Tudo mais, Até Mais e Obrigada pelos Peixes!e Praticamente Inofensiva.) de ficção científica cômica escritos pelo mestre Douglas Adams, mas não se assuste com o "Ficção Científica", essa não é nem de longe uma história complexa e sem graça a intenção de Adams sempre foi escrever um livro de comédia mas como diria ele próprio, ele já tinha explodido a terra no inicio do livro, não tinha muito pra onde ir.
 Achou bacana? Que tal uma lista com 42 coisas que aprendemos com o Guia do Mochileiro das Galáxias?
1. Se você está preso em uma pergunta, você sabe que a resposta , obviamente, é 42. (tenta isso na prova daquele seu professor geek, quem sabe você não ganha uns pontinhos pela referência)
2. Que mané Keep Calm and Carry On (Mantenha-se calmo e siga em frente). O lema mesmo é: Don’t Panic (Não entre em Panico).
3. Sempre saiba onde sua toalha está, porque ela pode salvar seu pescoço mais vezes do que você poderá contar.
4. Não se engane, apesar de armas nucleares, guerras, bactérias e tudo o mais, a Terra é praticamente inofensiva.
5. Há um restaurante incrível no fim do universo
6. Pra que pagar caro e passar anos frequentando cursinho de inglês se você pode apenas colocar um peixe Babel na orelha e você entenderá todos os idiomas do universo.
7. A criação do universo irritou muitas pessoas e foi amplamente encarado como um passo errado.
8. Qualquer um que possa ser eleito ao cargo de Presidente não é confiável para exercer o papel.
9. Se um Vogon de alguma forma tentar ler uma poesia para você, você vira e corre como se não houvesse amanhã.
10. Acredite em mim, você não é o único que não entende qual é a das quintas-feiras.
11. Você consegue entender que um alienígena enviado para estudar a vida na Terra pensaria que carros são as formas de vida dominante.
12. Mas não consegue entender porque as pessoas passam tanto tempo de suas vidas usando relógio digitais.
13. Ford Prefect não é apenas o nome de um carro britânico.
14. Golfinhos são mais espertos que humanos – mas eles ainda são muito gratos pelos peixes.
15. Quando estiver em algum bar no espaço sideral, a melhor coisa a se pedir é uma Dinamite Pangaláctica.
16. Beber uma Dinamite Pangaláctica causa um efeito semelhante a ter o crânio esmagado por uma fatia de limão envolvida em uma barra de ouro de bom tamanho
17. Ratos não são realmente ratos. Eles na verdade são seres pandimensionais hiperinteligentes. E eles são mais inteligentes que golfinhos. Que ainda são mais inteligentes que humanos.
18. Pode-se encontra chá em uma nave espacial. Mas não é exatamente chá, é quase algo mas não totalmente diferente de chá
19. A vida é como uma toranja, e algumas pessoas comem metade dela no café da manhã.
20. A música do Radiohead Paranoid Android é sobre o Marvin, um robô cronicamente depressivo com um cérebro do tamanho de um planeta (dublado por Alan Rickman no filme adaptado de 2005).
21. Você pode passar um ano morto para se livrar dos impostos. Fica a dica.
22. Tempo é uma ilusão – e a hora do almoço é uma ilusão maior ainda.
23. Nada viaja mais rápido que a velocidade da luz, com exceção talvez das más notícias.
24. O espaço é grande. Grande, mesmo. Não dá pra acreditar o quanto ele é desmesuradamente inconcebivelmente estonteantemente grande
25. As naves pairam no céu da mesma forma que os tijolos não o fazem.
26. Uma das maiores fontes de poder no universo é a Matemática de Restaurante. Garçom, a conta por favor!
27. Você sempre, SEMPRE deve estar a par dos planos expostos no seu departamento local de planejamento em Alfa do Centauro.
28. Se um dia você descobrir pra que serve porque o universo está aqui, ele será substituído por algo ainda mais bizarro e inexplicável.
29. E isso já pode até ter acontecido.
30. Você não quer ir para o céu com uma dor de cabeça.
31. É possível que você seja seu próprio tataravó, se algo der errado com um contraceptivo e uma maquina do tempo.
32. Às vezes seus amigos podem se transformar em pinguins. Ou sofás. É tudo um pouco estranho.
33. De vez em quando, é totalmente formidável quando alguém tenta matar você – quer dizer que você está tramando alguma coisa.
34. Classificado com um dos dez instrumentos mais irritantes, o violino foi banido de todos os mundos civilizados em todas as galáxias.
35. Tudo que acontece, acontece.
36. Os vogons são uma das raças mais desagradáveis da galáxia.
37. A probabilidade de ser salvo por uma espaçonave durante o período de 30 segundos no espaço no qual se é capaz de sobreviver, é da ordem de 2 elevado a 276.709 para 1.
38. Beber cerveja e comer amendoim ajuda a eliminar os efeitos adversos das viagens espaciais.
39. A Terrível Besta Voraz de Traal é a criatura mais desvairadamente idiota que existe, ela supõe que se você não pode vê-la, ela também não pode ver você — estúpida como um porta, mas muito voraz
40. A razão de o Guia do Mochileiro das Galáxias ser o livro de maior sucesso da galáxia é, em primeiro lugar, por ser menor e ligeiramente mais barato do que a Enciclopédia Galáctica e, em segundo lugar, por trazer a frase “Não Entre em Pânico” em letras garrafais e amigáveis escrita na capa.
41. A poesia vogon é considerada a terceira pior do universo.
42. É a resposta para a pergunta fundamental da vida, o universo e tudo mais

Fala sério se você não ficou morrendo de vontade de conhecer mais dessa trilogia (de cinco) maravilhosa. E se você anda está com medo de se jogar assim em 5 livros e não gostar, eu sei que o medinho de não gostar deixa a gente com um pé atrás, mas Don't Panic, os livros são curtinhos e você pode começar assistindo ao filme de 2005 pra ver se gosta da coisa toda (e eu bem acho que vai gostar).

Então pegue logo sua toalha em venha logo fazer um mochilão pela galáxia



Deixe um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...